Sejamos fortes e corajosos!

 

Nossa vida é repleta de responsabilidades e novos desafios. Quanto mais movimentamos-nos em prol de nossos sonhos, mais eles surgem para nos provar.
Ainda que haja total convicção de que as promessas de Deus irão e se cumprir e que Ele está e estará sempre conosco diante de uma nova situação, a atitude imediada é sempre a mesma: Um enorme frio na barriga!
Ninguém é perfeito o suficiente para não ter algum receio ou uma pequena insegurança, entretanto, a diferença entre quem vence e quem fracassa está em sua reação ao decorrer do tempo.
Como temos acompanhado na novela “A Terra Prometida“, após a morte de Moisés, havia a necessidade de prosseguir o êxodo até Canaã e para isso, era necessário um líder. Podemos ler isso em Josué 1:1-6
Depois que Moisés, servo do Senhor, morreu, Deus disse ao ajudante de Moisés, chamado Josué, filho de Num:
— O meu servo Moisés está morto. Agora você e todo o povo de Israel se preparem para atravessar o rio Jordão e entrar na terra que vou dar a vocês. Como disse a Moisés, eu lhes darei toda a terra que pisarem. Os limites dessa terra serão os seguintes: ao sul, o deserto; e, ao norte, os montes Líbanos; a leste, o grande rio Eufrates e toda a terra dos heteus; e, a oeste, o mar Mediterrâneo. Você nunca será derrotado. Eu estarei com você como estive com Moisés. Nunca o abandonarei. Seja forte e corajoso porque você vai comandar este povo quando eles tomarem posse da terra que prometi aos antepassados deles.
Josué foi escolhido por Deus e antes mesmo que Moisés morresse, ele o apresentou como novo líder e o consagrou diante da congregação. Porém, quando o momento de liderar chegou, o frio na barriga surgiu a ponto do próprio Deus lembrar a Josué Sua promessa.
Lembre da minha ordem: “Seja forte e corajoso! Não fique desanimado, nem tenha medo, porque eu, o Senhor, seu Deus, estarei com você em qualquer lugar para onde você for!” Josué 1:9
Ao ver os prodígios de Deus realizados por meio de Moisés, imagino o quanto que Josué tenha se sentido incapaz. E o erro foi justamente se comparar a Moisés.
Josué se tornou valente, destemido e corajoso para cumprir sua missão apenas quando se colocou nas mãos de Deus. Quando parou de se comparar, compreendeu que era apenas um instrumento nas mãos de Dele.
Assim como Josué obteve êxito por confiar plenamente sua vida nas mãos de Deus diante da sua nova missão, dia após dia temos que colocar sob os cuidados do Senhor todo e qualquer desafio que recebermos. O medo e as inseguranças sempre irão surgir, mas não podemos nos deixar dominar por tais sentimentos.
Confiando em Deus, coisas maiores por nosso intermédio Ele fará!
Um super beijo,
Izabela Silva
Sejamos fortes e corajosos! Blog Izabela Silva
Anúncios

Vamos exalar o bom perfume, espalhar o amor…

Recentemente assisti um vídeo do YouTuber Felipe Neto, que abordou um tema muito interessante. Embora criticado por muitos por sua espontaneidade, ele falou que “Deus não quer que ninguém morra”. De forma geral, ele quis deixar claro que Deus é amor e que as pessoas que se dizem amigos e fieis à Deus são os que distorcem Sua imagem por meio da condenação, julgamentos e ainda culpando a Deus por tragédias e acidentes, alegando como causa a desobediência.

Será que o YouTuber não tem razão? A imagem que as pessoas de fora carregam, achando que os cristãos são os que sempre julgam, apontam e condenam é causada pelas nossas atitudes.
Nós, como propagadores do evangelho, temos como dever espalhar o amor de Cristo por todo lugar e de todas as formas e isso não é visto através de palavras bonitas, tampouco leitura da Bíblia para aqueles que não querem. A maior forma de mostrar o amor de Deus é por meio das nossas atitudes.
A maior declaração que já houve e nenhuma outra será comparada, foi feita com gestos, com a atitude de entrega total, completa e perfeita, através do sacrifício na cruz. O Senhor Jesus decidiu deixar essa prova de amor para toda a humanidade, sem proferir uma palavra, ou melhor, Ele ainda pediu perdão a Deus pelas pessoas que estavam o massacrando. Porque sim, foi um massacre! Não digo que ninguém vai sair por aí se mutilando para provar amor, mas digo que os nossos gestos e atitudes são essenciais e completamente observados por todas as pessoas.
Como cristãos, temos que zelar não apenas pela nossa imagem em particular, mas precisamos ter consciência que o que fazemos, de bom ou ruim, traz uma marca para todos os demais cristãos.
Por isso, não podemos julgar, condenar, apontar e que dirás, culpar a Deus por um acidente, alegando desobediência como causa. Embora seja o Justo Juiz, não é Deus que pune ninguém, tampouco causa algum dano. A nossa vida é fruto dos caminhos que traçamos.
Vamos exalar o bom perfume, espalhar o amor!
Deixo essa linda passagem de 2 Coríntios 2:15 para meditarmos:
Porque somos como o cheiro suave do sacrifício que Cristo oferece a Deus, cheiro que se espalha entre os que estão sendo salvos e os que estão se perdendo.
Um beijo e uma ótima semana ❤
Espalhe amor - Blog Izabela Silva

Confie Nele e Ele o ajudará!

Seis meses do ano de 2016 já se passaram e em um piscar de olhos já estamos no finalzinho de junho, mais da metade do ano se foi. Se pararmos para analisar, todos os projetos e planos traçados para o esse ano estão conforme o cronograma? Todos eles estão se cumprindo?

Ao final de cada ano é sempre comum sonhar, planejar, organizar metas para o ano seguinte. Porém, com o andar da “carruagem” nem tudo sai de acordo com o que foi traçado. Daí surge o desânimo, desmotivação e falta de fé naquilo que tanto se sonhou.

Mas, posso te dizer uma coisa? Nunca é tarde para sonhar e realizar seus desejos!

Se o planejado não se cumpriu, que tal recomeçar? Se você tem um objetivo, lute até conseguir, mantendo sua confiança e esperança no Senhor.

Olha o que a Palavra de Deus nos reservou!

Ponha a sua vida nas mãos do Senhorconfie nele, e Ele o ajudará. Ele fará com que a sua honestidade seja como a luz e com que a justiça da sua causa brilhe como o sol do meio-dia. Não se irrite por causa dos que vencem na vida, nem tenha inveja dos que conseguem realizar os seus planos de maldade. Tenha paciência, pois o Senhor Deus cuidará disso.
Salmos 37:5-7

Quando nossa vida está nas mãos de Deus, podemos sempre ter a plena certeza que Ele fará Sua justiça se cumprir. Continue fazendo sua parte, não desanime, que Deus fará a Dele, conforme Sua palavra.

Uma ótima semana!

Beijinhos ❤

Confie Nele - Salmos 37 - Blog Izabela Silva

Até onde vai a confiança em Deus?

Todos nós sabemos que Abraão é o nosso pai na fé, ele é o pai de todos aqueles de creem no único Deus (Romanos 4:11, Tiago 2:21). Porém, até atingir a fé que o tornou um exemplo, ele foi um homem inconstante.

A nossa fé é formada e definida nos momentos de dificuldades, é quando tudo “sai” do controle que a nossa confiança e entrega a Deus são provadas, sendo aprovadas ou não. Trazendo assim, as consequências positivas e negativas de cada situação.

Foi exatamente o que aconteceu com Abrão, logo quando foi chamado por Deus para conquistar a terra prometida, Canaã. Vamos meditar nos versículos 10 ao 13 do capítulo 12 de Gênesis.

E havia fome naquela terra; e desceu Abrão ao Egito, para peregrinar ali, porquanto a fome era grande na terra.
E aconteceu que, chegando ele para entrar no Egito, disse a Sarai, sua mulher: Ora, bem sei que és mulher formosa à vista;
E será que, quando os egípcios te virem, dirão: Esta é sua mulher. E matar-me-ão a mim, e a ti te guardarão em vida.
Dize, peço-te, que és minha irmã, para que me vá bem por tua causa, e que viva a minha alma por amor de ti.

Diante do medo dos egípcios tomarem sua esposa, Sarai, Abrão tomou uma atitude, a de mentir. Sabemos muito bem o quanto a mentira causa problemas, pois mais cedo ou mais tarde a verdade vem a tona. O versículo 13 mostra que intenção de Abrão, com tal atitude, era que ele não fosse morto e que não perdesse sua amada esposa, uma justificativa até compreensível. Entretanto, confiando no poder e no livramento de Deus, o livramento não seria possível?

Quantas vezes, diante de situações difíceis, ao invés de confiarmos no poder de Deus, agimos de forma demasiada e fazemos o que nos vem em mente? Por um breve instante o “problema” pode até ser resolvido, mas, as consequências não tardão em chegar.

Logo que Abrão orientou Sarai a mentir diante dos egípcios, ele alcançou uma “falsa” graça naquele lugar, o que lhe rendeu até bens, porém, depois de um tempinho a verdade veio a tona.

E aconteceu que, entrando Abrão no Egito, viram os egípcios a mulher, que era mui formosa.
E viram-na os príncipes de Faraó, e gabaram-na diante de Faraó; e foi a mulher tomada para a casa de Faraó.
E fez bem a Abrão por amor dela; e ele teve ovelhas, vacas, jumentos, servos e servas, jumentas e camelos.
Feriu, porém, o Senhor a Faraó e a sua casa, com grandes pragas, por causa de Sarai, mulher de Abrão.
Então chamou Faraó a Abrão, e disse: Que é isto que me fizeste? Por que não me disseste que ela era tua mulher?
Por que disseste: É minha irmã? Por isso a tomei por minha mulher; agora, pois, eis aqui tua mulher; toma-a e vai-te.
E Faraó deu ordens aos seus homens a respeito dele; e acompanharam-no, a ele, e a sua mulher, e a tudo o que tinha.
Gênesis 12:14-20

A insegurança e falta de confiança em Deus, leva qualquer pessoa a tomar atitudes impensadas e precipitadas, e que como existe a lei de ação e reação, o com tempo haverá a colheita. Devemos confiar em Deus a cada instante, principalmente quando submetidos a situações difíceis, é exatamente neste momento que Deus está ao nosso lado pronto para agir, a única coisa que Ele precisa é que em nós haja fé.

Confiança em Deus - Blog Izabela Silva

Uma ótima semana, repleta de bençãos para vocês!  ❤️

A paciência de Jó

Diante de uma sociedade que sofre com o mal do século, a ansiedade, as pessoas estão cada vez mais impacientes e imediatistas. Ninguém possui tempo de sobra, muito menos paciência para enfrentar filas e engarrafamentos, por exemplo. E no meio de tanto estresse do dia-a-dia, é fácil lembrar da expressão “paciência de Jó”.

Esse termo não remete apenas a paciência que Jó teve ao enfrentar determinadas situações, mas sim sua fé e perseverança.

A Bíblia relata que Jó era um homem rico, o mais rico da região, possuía muitos bens, tinha uma vida boa e estável. A Palavra de Deus ainda ressalva que ele era um homem bom, honesto, temente a Deus e que se desviava de tudo que fosse de caráter duvidoso. (Jó 1:1). Por ter essa conduta, Jó foi submetido a uma série de tragédias que resultou na perda de tudo, exatamente tudo que possuía.

O que você acha de Jó fez? Foi se lamentar diante de Deus? Se revoltou contra Deus?

O tocante da história desse homem é a sua integridade, ele soube viver com tudo e com nada, sem perder a fé.

E disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o Senhor o deu, e o Senhor o tomou: bendito seja o nome do Senhor.

Jó 1:21

O que vale para nós, é sempre lembrar do exemplo que Jó deixou, sempre confiando em Deus e reconhecendo que tudo provém da vontade do Senhor. Não que venhamos aceitar doenças, miséria e outras coisas ruins, mas que saibamos reagir da forma correta. Jó tinha tudo para se revoltar contra Deus, lamentar até umas horas e ainda se sentir um coitadinho. Mas, muito pelo contrário, ele reconheceu que não era nada e se colocou mas mãos de Deus, até Ele honrou a fé de Jó e restitui tudo que foi perdido.

É fácil buscarmos a Deus quando tudo nos é favorável, quando a maré está mansa e ao nosso favor, porém quando as situações são adversas, seja por vontade de Deus ou por consequência dos nossos atos, nosso caráter e nossa fé são provadas.

Ter a paciência de Jó está relacionado a ter perseverança e fé, significa continuar crendo, amando e adorando a Deus independente das circunstâncias, buscando a Deus por quem Ele é, e não pelo que Ele tem para nos oferecer.

Um beijo e uma semana repleta de bençãos! ❤