Confie Nele e Ele o ajudará!

Seis meses do ano de 2016 já se passaram e em um piscar de olhos já estamos no finalzinho de junho, mais da metade do ano se foi. Se pararmos para analisar, todos os projetos e planos traçados para o esse ano estão conforme o cronograma? Todos eles estão se cumprindo?

Ao final de cada ano é sempre comum sonhar, planejar, organizar metas para o ano seguinte. Porém, com o andar da “carruagem” nem tudo sai de acordo com o que foi traçado. Daí surge o desânimo, desmotivação e falta de fé naquilo que tanto se sonhou.

Mas, posso te dizer uma coisa? Nunca é tarde para sonhar e realizar seus desejos!

Se o planejado não se cumpriu, que tal recomeçar? Se você tem um objetivo, lute até conseguir, mantendo sua confiança e esperança no Senhor.

Olha o que a Palavra de Deus nos reservou!

Ponha a sua vida nas mãos do Senhorconfie nele, e Ele o ajudará. Ele fará com que a sua honestidade seja como a luz e com que a justiça da sua causa brilhe como o sol do meio-dia. Não se irrite por causa dos que vencem na vida, nem tenha inveja dos que conseguem realizar os seus planos de maldade. Tenha paciência, pois o Senhor Deus cuidará disso.
Salmos 37:5-7

Quando nossa vida está nas mãos de Deus, podemos sempre ter a plena certeza que Ele fará Sua justiça se cumprir. Continue fazendo sua parte, não desanime, que Deus fará a Dele, conforme Sua palavra.

Uma ótima semana!

Beijinhos ❤

Confie Nele - Salmos 37 - Blog Izabela Silva

Anúncios

Até onde vai a confiança em Deus?

Todos nós sabemos que Abraão é o nosso pai na fé, ele é o pai de todos aqueles de creem no único Deus (Romanos 4:11, Tiago 2:21). Porém, até atingir a fé que o tornou um exemplo, ele foi um homem inconstante.

A nossa fé é formada e definida nos momentos de dificuldades, é quando tudo “sai” do controle que a nossa confiança e entrega a Deus são provadas, sendo aprovadas ou não. Trazendo assim, as consequências positivas e negativas de cada situação.

Foi exatamente o que aconteceu com Abrão, logo quando foi chamado por Deus para conquistar a terra prometida, Canaã. Vamos meditar nos versículos 10 ao 13 do capítulo 12 de Gênesis.

E havia fome naquela terra; e desceu Abrão ao Egito, para peregrinar ali, porquanto a fome era grande na terra.
E aconteceu que, chegando ele para entrar no Egito, disse a Sarai, sua mulher: Ora, bem sei que és mulher formosa à vista;
E será que, quando os egípcios te virem, dirão: Esta é sua mulher. E matar-me-ão a mim, e a ti te guardarão em vida.
Dize, peço-te, que és minha irmã, para que me vá bem por tua causa, e que viva a minha alma por amor de ti.

Diante do medo dos egípcios tomarem sua esposa, Sarai, Abrão tomou uma atitude, a de mentir. Sabemos muito bem o quanto a mentira causa problemas, pois mais cedo ou mais tarde a verdade vem a tona. O versículo 13 mostra que intenção de Abrão, com tal atitude, era que ele não fosse morto e que não perdesse sua amada esposa, uma justificativa até compreensível. Entretanto, confiando no poder e no livramento de Deus, o livramento não seria possível?

Quantas vezes, diante de situações difíceis, ao invés de confiarmos no poder de Deus, agimos de forma demasiada e fazemos o que nos vem em mente? Por um breve instante o “problema” pode até ser resolvido, mas, as consequências não tardão em chegar.

Logo que Abrão orientou Sarai a mentir diante dos egípcios, ele alcançou uma “falsa” graça naquele lugar, o que lhe rendeu até bens, porém, depois de um tempinho a verdade veio a tona.

E aconteceu que, entrando Abrão no Egito, viram os egípcios a mulher, que era mui formosa.
E viram-na os príncipes de Faraó, e gabaram-na diante de Faraó; e foi a mulher tomada para a casa de Faraó.
E fez bem a Abrão por amor dela; e ele teve ovelhas, vacas, jumentos, servos e servas, jumentas e camelos.
Feriu, porém, o Senhor a Faraó e a sua casa, com grandes pragas, por causa de Sarai, mulher de Abrão.
Então chamou Faraó a Abrão, e disse: Que é isto que me fizeste? Por que não me disseste que ela era tua mulher?
Por que disseste: É minha irmã? Por isso a tomei por minha mulher; agora, pois, eis aqui tua mulher; toma-a e vai-te.
E Faraó deu ordens aos seus homens a respeito dele; e acompanharam-no, a ele, e a sua mulher, e a tudo o que tinha.
Gênesis 12:14-20

A insegurança e falta de confiança em Deus, leva qualquer pessoa a tomar atitudes impensadas e precipitadas, e que como existe a lei de ação e reação, o com tempo haverá a colheita. Devemos confiar em Deus a cada instante, principalmente quando submetidos a situações difíceis, é exatamente neste momento que Deus está ao nosso lado pronto para agir, a única coisa que Ele precisa é que em nós haja fé.

Confiança em Deus - Blog Izabela Silva

Uma ótima semana, repleta de bençãos para vocês!  ❤️

Que cada pessoa examine o seu próprio modo de agir!

Falar de convivência com terceiros é um tema aparentemente tão fácil, porém não há nada mais desafiador para o ser humano que conviver com os mais diversos tipos de pessoas, com condutas, estilos, personalidades e fé distintas. Em sua própria natureza humana, carnal e pecaminosa, todos nós temos, por mais longe que seja, o instinto de julgar.

A tendência de achar que as pessoas diferentes, são as erradas, por seu estilo ou conduta infelizmente predomina. É natural criar para si aquela “imagem” de pessoa incrível e exemplar em sua fé, e imaginar que as demais que não e encaixam naquele perfil não são. Contribuindo para o intuitivo julgamento, sem refletir em seu próprio modo de agir e sem pensar que é possível ajudar as demais pessoas em suas falhas.

Para tudo isso, o apóstolo Paulo escreveu uma carta a igreja da Galácia, mostrando o quão é importante examinar a si próprio.

“Meus irmãos, se alguém for apanhado em alguma falta, vocês que são espirituais devem ajudar essa pessoa a se corrigir. Mas façam isso com humildade e tenham cuidado para que vocês não sejam tentados também. Ajudem uns aos outros e assim vocês estarão obedecendo à lei de Cristo. A pessoa que pensa que é importante, quando, de fato, não é, está enganando a si mesma. Que cada pessoa examine o seu próprio modo de agir! Se ele for bom, então a pessoa pode se orgulhar do que fez, sem precisar comparar o seu modo de agir com o dos outros. Porque cada pessoa deve carregar a sua própria carga.”

Gálatas 6:1-5

Essa passagem bíblica dispensa qualquer tipo de explicação ou comentário. Apenas deixa em nós, a lição de auto avaliação e de sempre manter os bons olhos.

Tenham uma semana excelente!

Que cada pessoa examine seu modo de agir - Blog Izabela Silva

Como conciliar todos os afazeres?

Olá, tudo bom?

O final de semana com gostinho de quero mais chegou ao fim e aqui estamos nós, prontas para uma nova maratona. Sei que não estou só nesta de estudar, trabalhar, cuidar de casa e por aí vai… Cada vez mais, a lista de afazeres aumenta, muitas vezes nem é por vontade própria, mas por necessidade. Desde a semana passada, por exemplo, tive que incluir alguns exercícios físicos em minha rotina por pura necessidade, mas isso é assunto para outro dia.

A voz que não quer calar é a seguinte: Como conciliar tantos afazeres sem esquecer a minha vida espiritual?

Como conciliar todos os afazeres? Blog Izabela Silva

Para começar, o primeiro passo para se ter uma vida organizada é ter uma mente organizada. Para isso, temos que estabelecer o que podemos ou não, dentro do nosso tempo, fazer durante o dia ou a semana. Os grandes aliados a este processo são as agendas e os blocos de anotações de celular, quando listamos tudo que precisamos fazer, automaticamente eliminamos de nossa mente aquela preocupação ou até medo de cair no esquecimento. Feito isso, já temos 50% de uma vida organizada encaminhada.

Agora sim, vamos ao mais importante, a nossa comunhão com Deus. Como falei neste post, temos que estabelecer nossas prioridades diariamente, assim conseguirmos ter uma vida equilibrada. E não apenas isso, mas tudo estiver ao nosso alcance, façamos com total dedicação, mesmo sendo pouco. Olha que disse Paulo em Colossenses 3.23.

“E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens.”

Como conciliar todos os afazeres? Blog Izabela Silva

Priorize a leitura da Bíblia diariamente, ela é o nosso escudo e mantém a chama da fé acesa. É por meio das escrituras que podemos ouvir a Voz de Deus quando não estamos dentro da igreja. Se ainda assim, não conseguir manter essa disciplina, baixe um aplicativo bíblico e faça um plano de leitura diário. Super indico o “Holy Bible”, é o que uso para os meus planos. Faça propósitos com Deus, peça para Ele te mostrar o que você precisa mudar e principalmente como se manter bem diante de todos os afazeres. Liste seus objetivos espirituais, coloque alarmes no celular para não se esquecer de orar em prol deles.

Tudo é válido de acordo com a fé de cada pessoa, a única coisa que não podemos é nos esfriar espiritualmente. Sabemos muito bem o quanto é difícil conciliar tanta responsabilidade, mas quando dependemos da nossa fé em Deus, o fardo se torna mais leve.

Deus abençoe sua semana!

Um beijo ♥